ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!

ESTUDE A PALAVRA DE DEUS AGORA!
Cursos e Estudos Bíblicos Gratuítos

Ouça Temas Bíblicos Agora:

FBI detecta um milhão de computadores 'zumbis' nos EUA

O FBI (a polícia federal dos Estados Unidos) está entrando em contato com mais de um milhão de donos de computadores que tiveram seus computadores invadidos por criminosos.
A iniciativa é parte de uma investigação que já detectou mais de um milhão de vítimas que tiveram seus computadores usados por criminosos nas chamadas botnets. Botnets são redes formadas por diversos computadores com um programa chamado bot (ou "zumbi"), projetado para procurar informações pela internet com pouca intervenção humana. Estes computadores ligados a redes botnet podem estar sendo usados - sem o conhecimento de seus donos - para atividades como envio de spam ou esquemas de fraudes. O FBI descobriu redes destes computadores "zumbis" sendo usadas para espalhar spam, roubar identidades e atacar páginas na internet. A agência está trabalhando com vários parceiros da indústria de tecnologia americana para avisar os donos destes computadores e, por este processo, o FBI afirma que poderá "descobrir mais incidentes nos quais botnets foram usados para facilitar outras atividades criminais". Segundo a agência, estas redes de bots ou "zumbis" são "uma crescente ameaça à segurança nacional, à infra-estrutura nacional de informação e à economia". Hábitos de segurança Segundo o diretor-assistente da Divisão Cibernética do FBI, James Finch, "a maioria das vítimas não sabe que seus computadores forem comprometidos ou sua informação pessoal está sendo explorada". "Um criminoso assume o controle infectando o computador com um vírus ou outros códigos maliciosos e o computador continua operando normalmente. Cidadãos podem se proteger de botnets e esquemas associados com hábitos fortes de segurança para reduzir o risco de comprometimento de seu computador", disse. Muitas pessoas acabam vítimas destas práticas abrindo um arquivo anexado em um e-mail, que contenha um vírus. Ou até mesmo visitando uma página na internet com armadilhas. Os responsáveis por estas redes de botnets (chamados "botherders", ou pastores de bots, em tradução livre) podem comandar dezenas de milhares de computadores infectados. Acusados A operação do FBI - que foi batizada de Bot Roast - conseguiu acusar três pessoas. Robert Alan Soloway, de Seattle, poderá ser condenado a 65 anos de prisão se for considerado culpado da acusação de usar uma grande rede de computadores zumbis e ter enviado milhões de e-mails não solicitados e de spam para fazer propaganda de seu site na internet. James Brewer, de Arlington, no Texas, foi acusado de ter operado uma rede botnet que infectou computadores de hospitais da área de Chicago. Esta rede de botnet, por sua vez, infectou dezenas de milhares de computadores no mundo todo. Jason Michael Downey, de Covington Kentucky, é acusado de usar botnets para enviar um alto volume de tráfego para alguns recipientes online, visando causar dano e diminuir a disponibilidade de alguns sistemas. (Fonte: BBCBrasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação!

Postagens Populares: